segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

4º Abierto Internacional de Sevilha

Enquanto aguardo pelos resultados desta prova, para que todos os nossos academistas saibam o que se andou a fazer por terras de nuestros hermanos (e correu tudo muito bem), deixo-vos com algumas fotos que julgo ser interessantes...

Ora aí está o nosso Pedro "Boi" Gonçalves em momento de reflexão! Esta nova técnica de relaxamento é boa para aquecer as orelhas e para nos safarmos das conversas e gritos das matracas que viajam ao nosso lado! eheh! O Bigfoot, devido às suas grandes dimensões, não se conseguiu esconder da fotografia e foi apanhado a dormir de boca aberta!

E por falar em dormir, ora aí está uma fotografia da mulher que ou está a falar de leitão da bairrada (aquela pele tostadinha... hhmmm) ou está a DORMIR! Grande Cristina...

E por estarmos a falar de sonecas... esta eu nem vou comentar!!

Claro que, viagem da AAC sem peripécias, não é uma verdadeira viagem! Até houve quem sugerisse que se trata de um bruxedo, ou uma macumba dos invejosos que perdem regatas contra os nossos valentes remadores. O que é certo é que à chegada a Sevilha, a carrinha do atrelado ficou sem embraiagem, e no regresso, a outra carrinha teve um furo...
A parte interessante deste furo foi que, depois de o espanhol a quem nós demos boleia ter trocado o pneu (enquanto os nossos dirigentes controlavam a situação mais ou menos à distância!eheh), o pneu suplente estava completamente vazio. Vai daí, o espanholito e o Catarro atravessaram a Autovia, e pediram boleia até uma estação de serviço para encher o pneu (ah, e em Espanha tem de se pagar 0,50€ para que a máquina do ar funcione!). Enquanto isso, a malta que estava à espera do pneu "arrumou" com as bolachas do Telmo, bem resguardados na valeta da auto-estrada (estava um frio e vento de morte!). Passado um bocado o pneu regressou, e o mais interessante é que foi o mesmo senhor que lhes deu boleia "à ida", que os trouxe de volta. Ao que parece, este senhor esteve ligado ao remo e ficou "sensível" ao nosso desespero em plena auto-estrada. Lá lhe demos uma t-shirt da AAC e ele ficou todo contente...

3 comentários:

cnl.remo disse...

o que vocês ainda não sabem é que as peripécias ainda não acabaram! a vossa honra de não deixarem "homens" para trás pelos vistos não se aplica ao vosso material! =)já contaram os vossos remos?? parece que alguns ficaram para trás em cima de um pontão... para todos os efeitos, podem confirmar com o tó branco do CNL.

continuação de boas remadas... mas não tentem sair de 4-... =)

pita disse...

hum...

São disse...

Boa! E são por acaso remadores dirigentes que remam nesse barco, ou é só uma impressão minha??
Está visto que o coach tem que acrescentar mais um objectivo na sua lista, tipo: cada elemento da tripulação, após desmontagem do respectivo barco, é obrigado a verificar:
1. porcas
2. parafusos
3. slides
4. tranquetas
5. tampas
6. fitas para amarrar barcos
7. R E M O S!!!
Pois é! Por acaso houve alguém que decorridos cerca de 15Km após saída de Sevilha, se lembrou que os slides do quadri iam postos... na respectiva calha. Foi a tempo, senão... com a maravilhosa estrada por onde entrámos em Portugal (ideias do LM) lá voariam os ditos slides! Com um bocadinho de sorte ainda eram capazes de "aterrar" na Quinta do Nabeiro.
Mas, viagem da AAC sem "estórias" para contar... também perdia a graça!
Tirando o frio e a chuva foi um fim de semana brilhante para esta malta toda. Estamos todos de parabéns!